novembro 22, 2005

E chega. Se continuar a escrever essas merdas eu mesmo vou me considerar um filha da puta. Devo ser mesmo.
O cara que anuncia no microfone da academia que o seu carro acabou de ser roubado não queria ser filha da puta. Ele queria te ajudar. Mas como ele foi o primeiro a divulgar isso e fez você sair que nem um desesperado com o seu kitzinho de camiseta regata e shortinho pela rua gritando, ele também é filha da puta.
O cara que fica cuidando do vestiário da academia não é um filho da puta. Ele é, possivelmente um dos caras que estão mais fudidos no mundo, olhando pinto e bunda de homem o dia inteiro.

PS: Não se aplica caso ele seja um morde-fronha.
Os caras do jiu-jitsu são todos filhas da puta, sem exceção. Os da yoga não são filhas da puta. São morde-fronha viados. Os do step também.

Se um cara passa muito tempo te encarando que nem uma besta na academia, ele não é filha da puta. Ele está, sim, categorizado da mesma forma acima.
As minas que ficam perto de você na esteira falando mal dos namorados ou maridos são filhas da puta, é claro. E os respectivos, cornos. E mansos, por largarem a filha da puta na academia com outras filhas da puta (ou putas profissionais mesmo).
O cara que fica com uma roupinha de grife pra lá e pra cá com convitinhos de baladas super descoladas em lugares caríssimos entupidos de boys imbecis não é um filha da puta. Filha da puta é você se ficar desejando sempre estar nessas festas.
A carta que chega na sua casa com uma promoção imperdível pra você renovar por muito tempo a academia não te traz vantagem nenhuma. Ela foi escrita por um filha da puta que não se importa nada com a sua forma física e só quer dar uma tungada na sua grana.

Se você entra na onda dessa renovação e ainda indica amigos, você é um filha da puta sem consideração e burro, por prejudicar gratuitamente seus amigos que gostam de você.
Sempre tem também uma minazinha muito gorda que quer ficar conversando com a turminha dos bombados. Ela não é filha da puta. É uma anta vesga.

Os bombados que não tem coração nenhum e não dão a menor atenção pra baleinha, esse sim. Filhas da puta.
Sempre tem um cara nas academias que quer vender pra você um produto que vai fazer você atingir qualquer resultado que você queira. É sempre caro e não resolve bosta nenhuma. Ele é, claro, um filha da puta.

Se você compra dele mais de uma vez e não entende o motivo de não dar resultado, você não é filha da puta, e sim burro pra caralho.
O instrutor que passa o tempo inteiro andando pra lá e pra cá, não te orienta em porra nenhuma e adora ficar falando bosta com as minazinhas, é um filha da puta quase perfeito. Mas se você fica o tempo inteiro sem fazer porra nenhuma lá e só quer ficar conhecendo um monte de gente tão imbecil como você e não treina, você é filha da puta e burro.
Aquele filha da puta que passa e esbarra com tudo em você com uma merda de uma barra de ferro. Já falei no começo do post o que ele é. Mas se você gosta de usar luvinhas personalizadas e conversando sobre as vantagens dessa luvinha, você não é. É outro imbecil, como os caras que se olham no espelho.
O cara que entra na sua frente enquanto você precisa de verdade usar o espelho, é um filha da puta. O cara que pega justo o pesinho que você queria pra fazer aquele exercício, também.
O cara que fica o tempo inteiro se olhando no espelho enquando está puxando peso não é um filha da puta. É um imbecil.

Na Academia

Hoje eu resolvi falar sobre filhas da puta que ficam indo na academia.

novembro 21, 2005

O Filha da Puta da Semana

Orlando Bloom

Esse filha da puta conseguiu fazer pela primeira vez eu terminar de ver um filme do Ridley Scott (Cruzada) e achar ruim no final apesar de toda a produção.

Pela sua incompetência enorme e por não deixar um papel importante para um ator melhor que ele (o que não seria difícil), extreou o prêmio. E com justiça.

novembro 18, 2005

O frentista do posto de gasolina que sempre vem te oferecer uma porra de extintor de incêndio novo é um filha da puta.
Um cara que dá uma porrada no seu carro e tenta fugir é um filha da puta. Se você pega só o telefone dele e liga depois na boa pra tentar resolver, você é burro pra caralho. Não é filha da puta.

Eu não esqueci. Os entrevistadores de seguradoras que vem te encher o saco quando o seu carro é roubado ou batido, também são.
Uma obra no meio de uma avenida muito movimentada, daquelas que demoram mais de um ano para serem concluídas e fodem a sua vida inteira perdendo tempo no trânsito, foi arquitetada e está sendo construída por filhos da puta.
Uma lombada daquelas pretas que você nunca consegue enxergar, passa a milhão e bate o carro no chão até saindo faísca. Só pode ter sido colocada onde está por um filha da puta.

Uma lombada eletrônica daquelas de 20 ou 30 por hora colocada numa descida, também foi colocada lá pelo mesmo ou por um novo filha da puta.
Japonês dirigindo é filha da puta. Mulher japa então é uma ameaça militar.

Velhinho dirigindo a 20 por hora e não dando nenhum sinal também é filha da puta. Não é por quê fica velho que perde o direito de ser um.
Taxistas são, por padrão, filhas da puta. Mesmo o que vocês acham que são mais bonzinhos. Os motoristas de ônibus, também são. Principalmente os que dirigem ônibus na madruga.

Dispensa explicação, essa.

Se alguém um dia achou alguma coisa ao contrário ou tem algum familiar que faz essa porra, me desculpe (ou que se foda). Fui criado ouvindo que eles são filhas da puta. E em toda minha vida eles nunca conseguiram provar o contrário.
Uma rua cheia de crianças pequenas brincando bem no meio, representa uma grande quantidade de filhas da puta. A merda do pai e da mãe que largam a criança lá, são filhas da puta. O cara que passa buzinando e correndo como uma vaca braba no cio procurando um macho, também.
Um flanelinha, é, decerto, um dos top 5 mais filha da puta e sem-vergonhas vagabundos do mundo. O manobrista que rala o seu carro no estacionamento, também. E o valet-parking que te cobra 10 pilas pra parar o seu carro na rua, também é. Eu não iria esquecer.
Um cara que anda no meio da rua com uma carrocinha de papelão puxada a cavalo é um filha da puta. O cara que pára do lado, xinga o cara pra caralho e faz todo mundo que tá na rua ficar olhando, também.
O cara que passa do seu lado com carro turbinado espirrando é um filha da puta. Se você resolve tunar um carro 1.0, também é. E vai tomar muito ralo.
O cara que inventou o rodízio municipal é um filha da puta. O que inventou o rodízio das comidas também. Todo mundo já deve ter entrado um dia em um deles, encher o cu de comida e não conseguir andar direito pra sair.
Um guarda de trânsito é, por padrão, um grande filha da puta. Mas o cara que vem na contramão na rua da sua casa, também é.
O cara que inventou o radar de velocidade é um dos maiores filhas da puta que podem vir a aparecer no mundo. Mas o cara que passa a 160 por hora do seu lado buzinando, também é.
Você pode ficar feliz e achar que um motoqueiro que cai em uma avenida movimentada é um filha da puta. Mas se você pára e fica olhando a merda da cena, fodendo o trânsito inteiro, você também é.

Trânsito

Dirigir em um monte de capitais no Brasil é coisa pra filha da puta.
Esse foi o primeiro dia de posts desse blog besta. Escrevo pra mim e pra quem tiver o azar de ler essa porra. Portanto não me peçam nada. Durante o dia vou pensar em assuntos que podem ou não ser coisas relacionadas a filha da puta. E eles serão, sempre, abordados de maneira discreta e sutil.

O Filha da Puta da Semana e do Mês

Toda semana será designado um filha da puta que se destacou e vou devidamente colocá-lo aqui. Eu sei que filha da puta a gente vê, se relaciona e é obrigado a conviver todo dia. Poderia ser perfeitamente um por dia, ou até por hora. Mas pra me poupar o trabalho, vai ser por semana e mês mesmo. Talvez até um do ano, se eu ficar contente.
Eu resolvi deixar esse blog na ordem inversa, como eles devem ser de verdade. Sim. Ler de baixo para cima é coisa de filha da puta. Mas mais filha da puta ainda é tentar inverter a ordem dessa porra. Blogs fazem qualquer filha da puta perder tempo. Eu não quero perder, já que eu devo ser o único aqui que não sou um filha da puta.
Ficar mexendo em template de blog é coisa PRA filha da puta. Vai ficar assim mesmo. Que alguém contente-se com o conteúdo que o blog tenha. Ou não.

Meu primeiro post

Post feito unicamente pra saber como vai sair essa porra.